• Home
  • Posts RSS
  • Comments RSS
  • Edit
  • Amores possíveis

    31 de jan de 2011
    - É verdade que os amores eternos nunca morrem?
    - É. Ou não seriam eternos.
    - Mesmo que a pessoa esteja longe de você?
    - Mesmo que a pessoa esteja longe de você
    - ela estará mais perto do que você pensa.
    - E como sabemos que aquele amor é eterno?
    - Não sabemos. Até um dia.
    - O dia em que ele vai embora?
    - É. O dia em que ele vai embora mas nunca parte.


    Fábio Fabrett

    Anseios e desejos


    Hoje eu senti vontade de te abraçar, te beijar e cuidar de você. Senti uma imensa falta de te ter ao meu lado, sentir seu cheiro e o calor da sua pele roçando a minha. Hoje tudo que eu queria era encostar minha cabeça no seu ombro e poder te dizer com todas as letras o quanto eu te amo. Queria poder dizer que vou cuidar de você como ninguém, que vou aquecer seu coração com as palavras mais doces que puder encontrar e irei amar você como nunca imaginaram ser possível. Hoje eu trocaria mil anos sem você pela oportunidade de dormir com você só mais uma noite.
    Meu maior temor é de nunca mais ver você, não poder comprovar se seu cheiro continua bom e se sua pele ainda me dá uma sensação engraçada quando está em contato com a minha. Tenho tanto medo de nunca mais me sentir na segurança do seu abraço e nunca mais segurar sua mão de dedos tão longos que me dão a sensação de estar segura de qualquer mal e qualquer perigo. Hoje eu vou dormir sonhando com o sorriso mais lindo do mundo e o olhar mais puro que já tive o prazer de retribuir.

    Anjo

    ‘’Hoje eu acordei mais cedo, fiquei te olhando dormir. Imaginei algum suposto medo para que tão logo pudesse te cobrir. Tenho cuidado de você todo esse tempo, você está sobre meu abraço e minha proteção. Tenho visto você errar e crescer, amar e voar; você sabe onde pousar. Ao acordar já terei partido, ficarei de longe, escondido; mas sempre perto, decerto, como se eu fosse humano, vivo. Vivendo pra te cuidar, te proteger, sem você me ver, sem saber quem sou: se sou anjo, ou se sou seu amor.''

    Senti um enorme desejo de dizer isso novamente pra você, e espero que você se lembre do momento em que eu falei no seu ouvido que te amaria e seria seu anjo pra sempre.

    Universe & U

    29 de jan de 2011
    I can feel everything you do
    Hear everything you say
    Even when you're miles away
    Coz I am me, the universe and you

    And just like stars burning bright
    Making holes in the night
    We are building bridges

    When you're on your own
    I'll send you a sign
    Just so you know
    I am me, the universe and you

    26 de jan de 2011
     - Você acha que o nosso amor pode fazer milagres?
     - Eu acho que o nosso amor pode fazer tudo aquilo que quisermos. É isso que te traz de volta pra mim o tempo todo.

    Sobre você

    Essa é a história de uma mulher encantadora: ela não era a mais bonita de todas, nem tão pouco a mais inteligente ou sábia, mas ela tinha o dom de fazer qualquer pessoa se apaixonar por ela só de olhar em seus olhos, e ela tinha um sorriso pra cada uma de suas mulheres. Em seu quarto, havia uma prateleira cheia de corações que ela, displicentemente, havia roubado; e, entre esses, estava o meu coração. 
    Essa mulher as vezes se sentia dona de um enorme fardo, ela sentia como se nunca ninguém fosse lhe roubar o coração. Ela achava que nunca sentiria nenhuma daquelas emoções que todas as mulheres lhe descreviam. Ela ansiava sentir minúsculos choques quando tocava a pele de alguém, ela queria sentir a voz falhar e embargar ao ouvir outra voz, mesmo que pelo telefone. E ela desejava fortemente poder dizer 'meu coração é seu'. Essa mulher desejava amar, só isso. Ela já fez tantas mulheres se apaixonarem, darem a vida e a morte por ela, e simplesmente não conseguia amar. 
    Ninguém a havia tocado tão fundo, ninguém havia feito nada tão doce e apaixonante, nenhuma de nós teve tempo suficiente para saborear todo o amor dessa mulher. 
    Eu acredito que o amor seja uma fagulha pequenininha que cresce dentro de nós.  Acredito que essa chama, essa fagulha, cresça com o tempo , quando corretamente alimentada. Acho que ela se ascende uma vez e então vai crescendo, crescendo, até que ela fica tão inflada e obesa que não precisa mais ser alimentada, ela cresce sozinha, sem nenhum incentivo, e faze-la se apagar não é uma tarefa fácil. 
    Voltando à história da mulher, ninguém alimentou sua fagulha de amor da maneira correta, e, portanto, ela não pode crescer. 
    Há um tempo atrás eu diria que meu sonho era buscar meu coração de volta, roubá-lo da sua coleção. Hoje, porém, minha meta é roubar o coração dessa encantadora mulher. -E escreva o que eu digo - prometo um dia conseguir, ou morrer tentando. 
    23 de jan de 2011
    Vou postar aqui o primeiro capítulo de uma história que eu escrevo, só pra ver se alguém diz o que acha, e assim, quem sabe, me volta a inspiração de escrever.


    Reencontro

    Não era a minha amada, era quase uma estranha.”

    Já fazia muito tempo, 4 anos desde a ultima vez que a vi. Minha primeira namorada, meu primeiro amor, minha primeira. Stephanie havia ido embora sem se despedir, disse que voltaria logo; esperei que ela voltasse, por muito tempo...
    Agora, tantos anos depois, me pede para encontra-la “no mesmo lugar” . Me pergunto se deveria, afinal, ela me fez sofrer muito, mais do que qualquer um deveria sofrer. Eu cheguei a acreditar que ela havia morrido. Quase a esqueci, admito.
    Agora tenho minha casa, meu trabalho... e minha nova namorada. Alguém que me ama, me admira, e não me faz sofrer. Alguém que está em nossa casa, enquanto eu estou nesse carro, no estacionamento frio e vazio, esperando pela minha primeira.
    Ela chegou. Está mais linda do que nunca, os cabelos curtos nem tocam os ombros, a blusa social branca, a calça jeans larga... Mas tem algo errado... O sorriso. Não é o meu sorriso; aquele que conseguia melhorar meu humor a qualquer momento. Não era a minha amada, era quase uma estranha.
    Ela entra no carro, quase não me lembro de soltar a marcha. Dirijo até o Plaza; nós iríamos jantar no restaurante do hotel e depois subir até o quarto 1600. Eu sentia os olhos dela em mim, no meu rosto, nos meus peitos, minhas pernas... Não iria tirar os olhos da estrada, sabia que estava suando frio, sabia que minhas mãos tremiam. Ela olha pra minha mão direita.
    - Como ela é? – ela perguntou
    - Linda, tão bonita quanto você.
    - Você a ama?
    - Sim. – Ela tenta me fazer encará-la, mas desvio o olhar.
    Silencio.

    Calm before the storm.

    Sofrer é bom, te faz crescer, amadurecer, enrijecer. Sofrer machuca, corta cada pedacinho de alegria que existe em você, te faz sentir como se nunca fosse ser feliz de novo, até que você, misteriosamente, sente um novo fogo dentro de você, uma alegria imensurável, algo que você achou que nunca mais sentiria, e descobre que o sofrimento foi bom, na verdade. Descobre que se não fosse por ele, você não teria aprendido tanto e não conseguiria ser feliz por outros motivos. Pode parecer muito ‘educacional’ falar assim, mas é a mais pura verdade, se não fosse o sofrimento, nunca saberíamos o quanto é bonito o arco íris depois da tempestade, já que vendo uma bela paisagem todos os dias, isso não nos acrescenta nada, depois de um tempo. Acredito que é boa essa tempestade, esse temporal, mesmo que dure um pouco demais. Quando a gente acha que não pode mais suportar, quando acha que não temos mais força pra se manter de pé, essa chuva cessa, a gente se recompõe, e assim, quem sabe, vem um lindo arco íris pra nos aquecer novamente. A minha tempestade ainda não acabou, mesmo depois de ter dado vários sinais de estancar, ela volta mais forte do que nunca pra me mostrar que eu consigo agüentar; enquanto espero ansiosamente pelo meu arco íris. 

    Fuck you all

    19 de jan de 2011
    Nem aqui eu posso me expressar, dizer o que eu posso sem que me digam o que fazer. O blog é meu e eu escrevo o que eu quero, mas já que você e seu lindo poder que exerce sobre mim me proíbem até disso, não escrevo mais, tchau :)

    fairy tail

    Um dia eu ainda escrevo um conto de fadas. É, daqueles bem fantasiosos mesmo, sabe? Com princesa, bruxa, fadas, palácio, reis, rainhas, um pouco de drama pra dar emoção e um final feliz com muito choro e alegria. Acho que toda história deveria ter um final feliz, assim como nos contos de fadas, em que todo mundo acaba com sua metade da laranja, a bruxa má morre, vira uma abóbora ou qualquer outra coisa do gênero, e todo mundo vive feliz para sempre. Uma pena que isso acontece.
    Na vida real, aqui e agora, existe a pessoa má, existes pessoas que nos querem bem, existe quem anseia por aparecer mais, e dizem que existe um final feliz. E é ai que a injustiça começa. As vezes, pra um ser feliz, depende da infelicidade de outros, portanto, não existe final feliz pra todo mundo. Sempre alguém se fode, sempre alguém é desfavorecido, sempre tem um que termina sem alma gêmea, sem dinheiro, sem família. Aquela que 'fica pra titia' e é infeliz pra sempre. Eu só espero não ser uma dessas, espero um dia ser feliz de verdade, plenamente, sem contos de fadas nem ilusões. Só ser feliz, isso basta.
    17 de jan de 2011
    "- Só sei que nós nos amamos muito...
    - Porque você está usando o verbo no presente? Você ainda me ama?
    - Não, eu falei no passado!
    - Curioso né? É a mesma conjugação.
    - Que língua doida! Quer dizer que NÓS estamos condenados a amar para sempre?
    - E não é o que acontece? Digo, nosso amor nunca acaba, o que acaba são as relações...
    - Pensar assim me assusta.
    - Por que? Você acha isso ruim?
    - É que nessas coisas de amor eu sempre dôo demais...
    - Você usou o verbo 'doer' ou 'doar'?
    - [Pausa] Pois é, também dá no mesmo..."


    Gian Fabra




    Pra quem reclamou que eu nunca mais postei nada aqui...

    Closer to the edge

    6 de jan de 2011
    "Ficar bem nem sempre deixa outras opções. É estranho quando as coisas simplesmente têm de terminar. É o estágio onde todos os sentimentos já evoluíram para um nada. É o nada que você optou para parar de sentir dor. No início você briga, chora, faz drama mexicano. Então percebe que é cansativo demais manter esse jeito de levar as coisas. Acostuma-se... Não que pare de doer, mas que cai no seu entendimento que às vezes perdemos algo e não há solução. No fim você coloca um sorriso no rosto e finge que é sincero, até que a vida o faça realmente ser. Talvez os amores eternos sejam amenos e os intensos, passageiros. É isso."
    Caio Fernando de Abreu

    É, não consigo postar nada aqui que não me remeta a você e a esse amor que não dissolve nunca. Desisto.
    1 de jan de 2011
    Desejo esperanças novinhas em folha, todos os dias. Tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo.
    c.fa 

    Ano novo, vida nova. Não é assim que dizem? Espero que esse ano realmente seja de vida nova, de alegrias, de saúde, de novos amores, perdão e aprisionamento de antigas memórias. Que eu consiga conviver com meus erros e que tudo conspire a favor da alegria. Desejo profundamente que em 2011 eu seja uma pessoa melhor, porque não é o ano que nos faz ser melhor, mas sim nós fazemos o ano melhor com nossas atitudes. Prometi a mim mesma que faria esse ano ser melhor, não esquecendo o que me aconteceu em 2010, mas aprendendo com o que me fez sofrer, pra não cair nas mesmas armadilhas do amor e do destino.